Curitiba, Terça-Feira 20ºC Predomínio de Sol

Cultura Cultura

Curitiba tem sua própria fonte dos desejos. Conheça sua história.

07 de Dezembro de 2020
Compartilhar:
Curitiba tem sua própria fonte dos desejos. Conheça sua história.

Poucos curitibanos sabem, mas Curitiba conta com sua própria fonte do desejo, tal como as cidades europeias. Os curitibanos que já viram, a maioria, talvez, não conheça sua história e a quem ela homenageia.


Nomeada de Fonte Mocinhas da Cidade, fica escondida na esquina da Cruz Machado com a Alameda Cabral.


De frente para a Cruz Machado, quem passa pelo local e presta atenção, conseguirá ver a construção destacada com sua pintura azulada, com painés com a letra da música Mocinhas da Cidade, da dupla paranaense Nhô Belarmino e Nhá Gabriela, além de um mosaico da dupla. O monumento também é emoldurada por 12 colunas com pinhões estilizados nos topos, como referência a cultura curitibana.


Para os mais velhos a fonte serve como um monumento nostálgico, não pela sua existência, mas pela lembrança da música e da dupla sertaneja que dominavam os rádios da capital paranaense.


A Fonte Mocinhas da Cidade foi construída em um terreno que havia sido abandonado. Foi planejada justamente para resolver o problema do abandono.


Em setembro de 1996, o então prefeito Rafael Greca, inaugurou a fonte que ele mandou construir em homenagem a dupla caipira que construiu sua carreira em Curitiba.


  • Compartilhar: